Save America's migratory birds

Become a Friend Across The Flyway

Friends across the Flyway. Aves migratórias da América necessitam da sua ajuda

O que está acontecendo?

Todo outono, milhares de aves limícolas se preparam para embarcar na maior aventura da América.
Ao partir de seus sítios de reprodução no remoto Arquipélago Ártico Canadense, essas pequenas aves arriscam suas vidas ao viajar milhares de quilômetros em direção aos seus sítios de invernada tropicais na América do Sul.

Algumas aves, como o Maçarico-do-papo-vermelho (Calidris canutus), atravessam toda a América e terminam sua épica jornada na Tierra del Fuego (Terra do Fogo) no extremo sul da Argentina. Ao realizar a travessia, elas enfrentam exaustão, inanição e predação. Contudo, esse é um risco que elas devem enfrentar, se for para sobreviver ao inverno.
Mas como elas chegam aí? Elas não viajam por rodovias como nós. Elas viajam por outro meio: rotas migratórias, que são como rodovias no céu. São caminhos seguros e provados por múltiplas espécies as quais, por meio do aprendizado, sabem que, se viajarem por essa rota, encontrarão lugares suficientes para descansar e reabastecer durante o caminho.
A Rota Migratória Atlântica das Américas é como a rodovia Pan-Americana entre as aves limícolas. Por essa rota, as aves bordeiam a Costa Atlântica até chegar à Florida e fazem pequenos descansos no Caribe antes de irem rumo à América do Sul. Essa rota é popular para as aves limícolas, porque sua costa e suas áreas úmidas são ricas, férteis e vêm sustentando várias gerações de aves limícolas migratórias ao longo dos anos.

No entanto, essas mesmas qualidades vêm fazendo desses sítios áreas também populares entre os humanos. E, com a expansão da população humana, habitats viáveis às aves limícolas estão desaparecendo.
• Por exemplo, um terço da população dos Estados Unidos da América vive dentro da rota migratória o que leva a perda de habitats vitais, pois áreas úmidas estão sendo urbanizadas e grandes aglomerações humanas estão presentes nas praias;
• No Caribe, a propagação de plantas invasoras, introduzidas para uso ornamental, está fazendo com que sítios de descanso importantes para essas aves se tornem inférteis e incapazes de dar suporte à vida;
• E na América do Sul, o Maçarico-do-papo-vermelho chega cansado e encontra seus habitats favoritos cobertos de plantação de café e ocupados por ranchos.

Canada Warbler_Asociación Calidris

Essas mudanças já levaram à aparente extinção de aves limícolas como o Maçarico-esquimó, Numenius borealis, visto pela última vez na América do Sul em 1939. E mais espécies podem entrar em extinção, se não agirmos. O tamanho populacional da subespécie do Maçarico-do-papo-vermelho (Calidris canutus rufa), que utiliza esta rota migratória, despencou em 80% em apenas 20 anos.

O que nós estamos fazendo?

• Na Argentina, estamos fazendo com que as praias sejam seguras ao Maçarico-do-papo-vermelho;
• Nas Bahamas, nós estamos protegendo as áreas dos Parques Nacionais;
• No Brasil, nós estamos salvando um Parque Nacional;
• No Canadá, nós estamos protegendo praias e litorais do turismo relacionado aos distúrbios sofridos pelas aves;
• Na Colômbia, estamos restaurando os mangues.

Como você pode ajudar?

Salvar espécies migratórias requer uma abordagem conjunta para a sua conservação. Nós, a organização BirdLife, e nossos sócios estamos trabalhando para assegurar que a épica viagem realizada pelas aves limícolas seja menos perigosa. Leia as histórias dos sócios para achar um projeto que você gostaria de apoiar, ou simplesmente faça uma doação para apoiar a conservação ao longo da  rota migratória. Sua doação ajudará a missão para salvar a vida de milhões de aves que encaram os perigos existentes nas Américas.

Doar para Friends across the Flyway

  • Selecione a sua moeda
  • USD
  • EUR
  • GBP
  • COP
  • CAD
  • BSD
  • BRL
  • ARS
Please insert the amount of donation
Doar